Presidente Gilson da Funerária concede entrevista a Caroline Yoco


1) Caroline Yoco: “Fale sobre um momento em que você estipulou metas difíceis. O que você fez para realizá-las? Conte sobre o processo e o seu objetivo." Gilson da Funerária - quando eu me propus a denunciar o maior esquema de corrupção do Quinari, coloquei a minha vida em risco não sendo um vereador do amém ou mesmo um político acovardado. Por acidente do destino assumi a prefeitura e trabalhei. Tivemos aqueles que tramaram para que saíssemos da prefeitura e hoje temos o apoio popular. 2) Caroline Yoco: ​Fale da [nome da sua empresa] como se eu fosse comprar um produto/serviço. Gilson da Funerária - ​já sou do ramo empresarial. Antes de ser vereador trabalhei na Funerária Santa Luzia. Tivemos uma boa gestão. E agora estamos na presidência da Câmara. Lá implantamos a transparência, as verbas públicas são aplicadas na própria câmara, tais como aquisição de automóveis, móveis e cuidamos do parlamento. Graças a Deus quem passa pela Câmara sente a diferença em administrar. Caroline: Como? Gilson da Funerária- ​Antes os recursos da Câmara eram usados até para comprar sal pra gado. Hoje estamos cuidando do prédio. Móveis novos, automóveis e até motocicleta foram comprados. Lhe convido a visitar a Câmara.

3) Caroline Yoco: Fale sobre as relações que você teve com seus colegas de trabalho. Como você descreveria os melhores? E os piores?" Gilson da Funerária - enquanto Empresário tive relação sincera sempre. Depois fui eleito vereador e com meus pares, sempre discutimos e chegamos a conclusão de fazer diferente, a exemplo fiscalizar a gestão municipal, sempre denunciando e não concordando com corrupção. Relação preto no branco.

4) Caroline Yoco: ​Qual tarefa ou projeto você considera sua conquista mais significativa na carreira até agora? Explique o plano, como você o administrou, como mediu seu sucesso e quais foram os maiores erros cometidos." Gilson da Funerária - ​considero que foi tornar a Câmara independente e fazer ela cumprir com seu papel, sem ser um puxa-saco de Prefeito. -O plano foi administrar com transparência e se cercar de bons profissionais.

5) Caroline Yoco: “O que você fez profissionalmente que te deu sucesso, mas que você não gostaria de repetir?” Gilson da Funerária - ​sempre fui do ramo empresarial. Na última eleição fui eleito vereador. Em seguida ganhamos duas eleições na Mesa Diretora.

6) Caroline Yoco:​ “É melhor ser perfeito e atrasado ou bom e pontual?” Gilson da Funerária - precisamos ser modernos e ter boas companhias. Não sou manipulado por nenhum dos meus aliados. Ouço as ideias, faço um filtro e aquilo que é bom coloco em prática. Exemplo, estamos agora fazendo sessões virtuais para superar a pandemia do coronavírus.

7) Caroline Yoco: "Em cinco minutos, você pode me explicar algo que seja complicado, mas que você conheça bem?” Gilson da Funerária - a corrupção é algo complicado. A falta de pulso do administrador pode levar seus aliados a fazerem coisas ilícitas. Comigo, eu mesmo sou o gestor e eu cuido do trabalho, não aceitando ingerência. Sou presente e não me acovardo.

8) Caroline Yoco: ​Como você definiria trabalho intenso?" Gilson da Funerária - ​trabalho intenso foi o que fizemos em 8 meses como prefeito substituto. Foi trabalhar sempre como se fosse o último dia e com tamanha oposição. O povo entendeu nosso formato de trabalho. 9) Caroline Yoco: "Se eu fosse classificar todo mundo que já trabalhou com você, qual porcentagem não seria seu fã? Se eu fosse entrevistar essas pessoas, qual palavra elas mais usariam para descrever você?" Gilson da Funerária - acredito que de 10 teria 8. Aqueles que discordaram não entraram na minha rotina. Qual a rotina? Ser presente, trabalhar intensamente sem medo.

10) Caroline Yoco: ​Conte sobre uma situação em que você pôs tudo a perder." Gilson da Funerária - ​na juventude talvez algumas atitudes. Depois que me tornei pai de família, homem, não tive essa experiência. Ao contrário sempre trabalhei pra colocar comida dentro de casa e assim a responsabilidade chegou. Não se brinca com coisa séria.

11) Caroline Yoco: Quem é a pessoa mais inteligente que você conhece pessoalmente? Por quê?" Gilson da Funerária- ​a pessoa mais inteligente que considero é Jesus Cristo, filho de Deus. A Bíblia tem resposta para tudo.

12) Caroline Yoco: “O que você gostaria de fazer todos os dias da sua vida na sua carreira?” Gilson da Funerária - destaco que é cuidar dos meus filhos e esposa. Dito isso, estou me colocando como pré-candidato para ajudar a tirar nosso Quinari da situação que se encontra.

13) Caroline Yoco: Se você tivesse US$ 40.000 para construir o seu próprio negócio, o que você faria?" Gilson da Funerária - eu já passei pelo meu próprio negócio. Graças a Deus tivemos êxito. Hoje minha filha toca o negócio da nossa família e eu ajudo aconselhando e acompanhando. 14) Caroline Yoco: ​Qual foi a maior decisão que você teve que tomar no ano passado? Por que foi tão difícil? Gilson da Funerária - a maior decisão foi entre ser um vereador do amém, sendo um covarde ou denunciar um prefeito. Eu optei por denunciar, não concordar e nem me juntar com corruptos.

15) Caroline Yoco: O que surpreendeu você sobre o processo de entrevista até agora?" Gilson da Funerária - ​tenho que a juventude se encontra conectada, sua criatividade do vídeo e das perguntas com certeza estão ajudando a sociedade. Então lhe agradeço de coração pela oportunidade.

Menu da Transparência

Saiba como e onde o Presidente tem investido as receitas do legislativo.

           Portal da Transparência

Desenvolvido por

DECORP - Conectando pessoas
bandeira-sg.jpg
facebook-icone-icon.png

Contato (SIC Físico)

Câmara Municipal de

Senador Guiomard

CNPJ 04.088.175/0001-53

Rua Três de Maio dos Edis, nº 569

CEP 69970-000, Senador Guiomard, Acre, Brasil

camara.sguiomard@gmail.com

+55 (68) 3232-2256

Segunda a sexta: 07:00 as 13:00